A CRÍTICA SOCIAL E O JORNALISMO SÉRIO PERDEM UM DOS SEUS MAIORES REPRESENTANTES

A crítica social e o jornalismo sério perdem um dos seus maiores representantes, Paulo Henrique Amorim, vítima de infarto fulminante aos 77 anos, na madrugada desta terça-feira, 9/7. Ele havia acabado de retornar de um jantar com amigos, quando passou mal e veio a óbito. O jornalista do famoso bordão “Olá, tudo bem? ”, estava na Record TV desde 2003 e era o âncora programa Domingo Espetacular, até ser afastado por pressão do governo de Jair Bolsonaro, que sofria críticas implacáveis do apresentador.

Deixe o seu comentário

ASSINE A NOSSA NEWSLETTER