fbpx

A negação da ciência e o Evangelho das fake news que causou a desgraça nacional

Vestidos em sacos e imitando personagens do Velho Testamento, seguidores da seita bolsonarista lotaram as ruas para implorar ao “deus de Israel”, o livramento do Coronavírus, em obediência a um pedindo feito pelo messias fake dos evangélicos; um salto do século XXI para a Idade do Bronze, quando não havia ciência e nem curas para doenças como a lepra, considerada incurável, problema que foi resolvido pela ciência.

Mas tudo não passava de uma propaganda dos líderes religiosos que manipulam os seus fiéis para tentar dá sustentação a um governo que jaz na tumba como um morto-vivo. As páginas da história estão repletas de tragédias humanas promovidas por falsos messias e seus fanáticos seguidores. A exposição de fiéis ao Vírus que está assolando países poderosos como os Estados Unidos e europeus, traria consequências graves e alguém terá que pagar a conta.

A presidente dizia que era uma ‘gripezinha’ e que depois dos jejuns e orações, o vírus estava indo embora; fake news negacionistas foram espalhados nas redes sociais; as mortes cresceram quatorze vezes após Bolsonaro dizer que vírus estava “indo embora”, e a conta chegou. Hoje, 20/05, o Brasil ultrapassou mais de mil mortes em 24 h, totalizando dezoito mil mortos, mas sabemos que vão muito além dos números oficiais do governo de um genocida.

VEJA OS VÍDEOS: