fbpx

Áudio vazado mostra que a direita moderada cogita o impeachment de Bolsonaro

“O Brasil está sem liderança’’, disse governador do Espírito Santo após reunião com Bolsonaro. O major Olímpio, um dos maiores dos apoiadores do presidente, chegou a afirmar que, ‘tem que ser alienado para concordar com Bolsonaro’. O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, já havia anunciado o rompimento politico com Bolsonaro. Além disso, os governadores montaram um governo paralelo.

A situação do presidente é insustentável diante de sete pedidos de impeachment, a revolta de nove partidos e a denúncia de crime contra a humanidade protocolado no tribunal internacional de Haia. Para complicar a situação, há um movimento do exército pro general Mourão, mais inteligente e moderado do que Bolsonaro.

Mas foi um áudio vazado nas redes sociais em que a direita cogita o impeachment, que nos deu a certeza que o destino de Bolsonaro como presidente, já está selado. Tudo é uma questão de dias, para a sua queda definitiva.