Um Brasil armado e cada vez mais perigoso


O Brasil se tornou um país inseguro até dentro de uma escola. Segundo informações da TV Globo, dois adolescentes teriam invadido uma escola e matado cinco crianças e uma funcionária, identificada como a diretora do estabelecimento de ensino. Eles teriam cometido suicídio logo após o massacre.

Coisas que só aconteciam nos Estados Unidos, se tornam realidade no país que pretende herdar a cultura do império e lhe ser subserviente. O Brasil não é o mesmo; perdeu a sua identidade e seus valores. Ninguém está seguro com o desgoverno do ex-capitão Jair Bolsonaro, amigo próximo de milicianos, favorável a grupos de extermínios, fã de torturador e propagador do ódio.

Nesse cenário de terror, políticos buscam exílio no exterior após sofrer ameaças de morte. Os ataques a imprensa e aos Direitos Humanos se intensificam e se não bastasse, adolescentes invadem escola armados. Um fenômeno novo no Brasil, que pode piorar com a liberação de armas para a população como um meio de combater a violência.


Deixe seu comentário