Depois de elogiar o governador Belivaldo Chagas Dilson trocará de partido mais uma vez.

Depois de mudar de partido para se juntar aos adversários políticos de Belivaldo Chagas nas eleições para governo do estado, o ex-prefeito Dilson de Agripino vai fazer o que todos já esperavam; trocar de partido mais uma vez, agora, para se aliar ao governador. Essa estratégia de fazer o caminho inverso visa obter capitão político para as eleições municipais de 2020. O PPS não tem mais serventia e vai ser descartado.

Em uma entrevista concedida hoje, 15/04, ao site do Jornal da Cidade, Dilson faz uma avaliação da gestão do governador Belivaldo Chagas. Para ele, o governo está começando com planos e projetos, afirma que acredita em Belivaldo, pois ele é um cara organizado, trabalhador e que está buscando soluções para resolver os problemas de Sergipe. Finaliza dizendo que o governo dele está no início e que devemos dar um tempo para que o seu cronograma de trabalho seja cumprido e atingido.

Perguntado sobre a crise financeira que está atrapalhando o governo, ele responde da seguinte maneira:

“Qualquer quadro de crise financeira inviabiliza qualquer administrador que precise de orçamento. Seja em nossa casa, quando temos o salário reduzido ou os gastos aumentados por força natural do decorrer dos anos, seja na esfera pública. A crise financeira que afeta todo o país obviamente também está afetando Sergipe e consequentemente afeta diretamente o seu gestor, o governador Belivaldo Chagas. Porém, tenho a certeza que com sabedoria, planejamento e vontade de ver o Estado crescer Belivaldo vai conseguir vencer logo essa crise”.

Dilson de Agripino esqueceu de dizer que, isso também é valido a nível municipal.

Deixe o seu comentário

ASSINE A NOSSA NEWSLETTER