fbpx

‘Dr. coroquina’ ficou com medo do Tribunal Internacional sobre a ineficácia do ‘remédio’

Bolsonaro tremeu nas bases diante da possibilidade de encara o Tribunal Internacional. Em abril, o presidente fez uma ‘propaganda’ da hidroxicloroquina como a solução para a covid-19, com uma foto de promoção. Na semana passada, no dia que testou positivo pela segunda vez para o Covid-19, ele aparece em um vídeo tomando o ‘remédio’ e afirmando que já estava se sentindo melhor:

Deu certo comigo, deu certo com muita gente. Muitos médicos dizem que a hidroxicloroquina funciona. O custo é barato, talvez por causa disso que tem muitas pessoas contra. Também por questão ideológica

Entretanto, diante dos rumores de que pode ser acionado no Tribunal Internacional por genocídio, disse: ‘Eu não recomendo nada’. Logo após a manifestação medrosa do pai, foi a vez do filho, Eduardo Bolsonaro, que já havia recomendado o produto para todos os brasileiros, mas dessa vez, propôs a retirada das prateleiras. Resta saber qual será a reação do bolsonarista raiz diante desse recuo do ‘profeta’ dos caos, Jair Messias Bolsonaro.