Entrevista – Cientista sergipano faz descoberta inédita na Serra dos Macacos em Tobias Barreto e tem reconhecimento internacional

5/5
Ele foi o primeiro a estudar a vegetação de Tobias Barreto, em especial, o ecossistema e biodiversidade na Serra dos Macacos, de onde colheu elementos para a sua tese de doutorado em Meio Ambiente. Descobriu uma espécie de vegetação pré-histórica viva, única no mundo. Também constatou a existência de um tipo de árvore nesse habitat que é originária da Amazônia e que pode ter sido trazida por índios há cinco ou dez mil anos.  Este é o know how do sergipano e tobiense Francisco de Carvalho Nogueira Jr., o primeiro do mundo a datar a idade de algumas vegetações típicas do Nordeste, tarefa considerada impossível por vários especialistas, devido à grande variação climática dessa região. As suas descobertas se deram a partir das suas pesquisas do ecossistema da Serra dos Macacos. A maior cadeia de montanha de Sergipe pode sofrer perdas irreparáveis da sua biodiversidade com a implantação de um parque eólico que está sendo projetado para aquela região. Arvores milenares e animais poderão desaparecer se não houver um remanejo sustentável por parte das autoridades competentes.  De acordo com o especialista, o Instituto Federal de Sergipe está à disposição para prestar assessoria técnica sem custos para o Município, desde que seja requisitado oficialmente. Esta entrevista em vídeo, concedida a este site com exclusividade, será o início de um movimento em defesa da Serra dos Macacos, para gerações futuras.https://youtu.be/kr6CYXi1PZo

Deixe seu comentário