fbpx

‘In Mandetta I trust’ | Rosângela Moro é a mais nova Inimiga política de Bolsonaro

Existe um mal-estar entre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e ministro a Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que é publico e notório. Essa tensão pode aumentar depois da pesquisa Datafolha mostrando a aprovação de Ministério da Saúde disparada, o dobro da de Bolsonaro. O presidente sente ciumes do protagonismo do seu ministro diante da pandemia do Coronavírus.

Enquanto o ministro defende o isolamento, assim como orienta a Organização Mundial de Saúde (OMS), Bolsonaro apela para o populismo na sua base eleitoral composta pela maioria de evangélicos, que para agradá-los e não perder o apoio, decreta abertura de igrejas como serviço essencial, num país laico e pede um dia jejum para combater o Coronavírus. É aí que entra a mais nova adversária politica do bolsonarismo em queda.

A esposa do ministro da Justiça, Sérgio Moro, Rosângela Wolff Moro, saiu em defesa do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em post publicado nas redes sociais, depois que o presidente disse que faltava “humildade” ao ministro. Rosangela Tweetou:

“Entre ciência e achismos eu fico com a ciência. Se você chega doente em um médico, se tem uma doença rara você não quer ouvir um técnico? Henrique Mandetta tem sido o médico de todos nós e minhas saudações são para ele. In Mandetta I trust.”

A tuitada foi deletada em seguida; a insurgência da esposa do ministro da Justiça reforça o trio antagônico (Moro, Mandetta e Mourão) nos bastidores, contra Bolsonano, cujo calcanhar de Aquiles é o ministro da Saúde, que não pode ser demitido. Mandetta, que já ignora as falas de Bolsonaro, será a peça principal nesse jogo de xadrez que culminará na queda do “Mito”.