Não adiantou o ‘histórico de atleta’ e a cloroquina; o segundo teste dá positivo para covid-19

Enquanto verdadeiros atletas como astros da NBA lutavam contra a doença, Bolsonaro se colocava como um exemplo, afirmando:

“No meu caso particular, pelo meu histórico de atleta, caso fosse contaminado pelo vírus, não precisaria me preocupar. Nada sentiria ou seria, quando muito acometido de uma gripezinha ou resfriadinho”.

Quando o presidente Jair Bolsonaro falou sobre a pandemia, o vírus já havia infectado mais de 439 mil pessoas e matado 19 mil pelo mundo. Ele usava o seu exemplo para pedir que as pessoas interrompessem o confinamento ao mesmo tempo em que minimiza os sintomas do coronavírus.

A atitude insana de contrariar as orientações de todos os outros governantes do mundo e da Organização Mundial da Saúde, causou revolta na internet, mas o presidente continuou zombando da doença, colocando a população em risco e apresentado a Cloroquina como a solução do problema.