fbpx

O ex-herói de Curitiba ‘topa tudo’ e trabalha para acusado de corrupção

O Site The Intercept, que faz um jornalismo investigativo destemido, revelou ao mundo, com provas, o que acontecia nos subterrâneos da “Java Jato”. Moro e sua equipe, prendeu sem provas, o favorito nas intenções de votos, baseado apenas em teorias conspiratórias. Colocou a extrema-direita no poder, foi homenageado e premiado por isso.  

Lula havia previsto que seus algozes, em especial o juiz, iriam entrar para o lixo da história. Não demorou muito; caia máscara do homem que “combatia” a corrupção. Segundo o Intercept, o cliente de Moro é Benjamin “Beny” Steinmetz, um israelense que atua na área de mineração e já foi preso na Suíça, Israel e é investigado pelo FBI. Continua lendo (aqui)