O servo do profeta defende seu mestre dos ataques de Moro

Após o ex-juiz da Lava Jato questionar se havia presidente em Brasília, se referindo a atuação do Executivo frente a pandemia, o fiel escudeiro de Bolsonaro a quem chamou de profeta no dia da sua posse como substituto de Sérgio Moro, partiu em defendo do chefe.

Posts Recentes:

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Marcações: