Temido por Bolsonaro, Dino é o principal nome para 2022

Bolsonaro não enganou ninguém, todos tinham conhecimento do seu caráter, histórico militar e da sua incompetência como parlamentar. Mentiroso costumaz, foi eleito com ajuda de fake news, ativismo do judiciário, evangélicos e das forças armadas, tendo como base a recém criada seita bolsonarista; uma mistura de fundamentalismo religioso militarizado com neonazismo. Ele aparelha o Estado como fosse a sua casa, disponibilizando cargos chaves para pastores e militares com o objetivo de criar uma espécie de teocracia em pleno século XXI, para se perpetuar no poder.

No entanto, em seis meses do seu governo não apresentou nenhuma solução para o país, limitando-se apenas aos ataques a adversários de esquerda e destruindo as conquistas sociais alcançadas após muitos anos de lutas. É nesse cenário de falta de perspectiva para o futuro que Surge Flávio Dino, Ex-juiz federal e atual governador do maranhão, eleito o melhor governador do país. Bolsonaro já vê nele o seu maior e pior adversário. Já começa ataca-lo e orientar boicotes ao mesmo tempo em que usa o termo pejorativo de “paraíbas”, para se referir aos nordestinos.

A reputação de Bolsonaro não é das melhores devido os seus vínculos com milicianos envolvidos na morte de Marielle e sua admiração pelos piores ditadores. As reações já começaram a aparecer com uma possível união de Flávio Dino com Haddad, apoiado por Lula, unindo a resistência para tirar um desajustado do poder em 2022.