fbpx

Terra bajulou e conspirou, mas o novo ministro é o bolsonarista Nelson Teich

Se você é bolsonarista e ama seus pais, tios e avós ou faz parte do grupo de risco, se prepare para o pior; os idosos serão deixados para trás no processo seletivo de quem deve viver ou morrer, com a nova política de Saúde Pública que será adotada pelo novo ministro, Nelson Luiz Sperle Teich. A alegação são os custos, no país que aprovou o teto de gastos públicos, a PEC 241 ou 55 (PEC da Morte), que afeta diretamente a Saúde, mas que disponibiliza bilhões para socorrer bancos privados.

Apesar de Luiz Henrique Mandetta ser um dos responsáveis pela PEC, insistia em seguir a ciência e as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), como o meio eficaz de conter a pandemia do Covid-19. Mas foi o ciúme e a vaidade narcísica do presidente que nega ciência para privilegiar lideranças religiosas, que causou a demissão de Mandetta no momento mais crítico. O novo ministro é um bolsonarista convicto e já se posicionou a respeito do Covid-19; seguirá a linha do governo terraplanista, em nome da economia.