fbpx

Terror na nova Zelândia – o amor pelas armas é a principal características da extrema direito em todo mundo

O atirador havia publicado um manifesto de 74 páginas em uma rede social, antes do ataque à mesquita. As cenas de horror foram transmitidas ao vivo pelo atirador. O terrorista tinha o supremacistas brancos de extrema-direita, americanos como heróis.

O terrorista trajava uniforme militar durante o atentado que deixou 49 mortos. O vídeo já foi retirado do ar pelo Facebook, mas está disponível no youtube (aqui).